Arquivos

ESTADOS UNIDOS – A Conquista da Liberdade – 1900 d.C.

Meu nome agora é Dorothy.

Estamos em 1.900 d.C., nos Estados Unidos da América, início do século XX.

Meu signo agora é o de Capricórnio, que simboliza a realização, determina vontade férrea e persistência inquebrantável.  Além de trazer um extraordinário amor à liberdade, espírito indomável e independente.

Todas essas características que me descrevem tão claramente, quase foram ultrapassadas e banidas do meu ser, há alguns anos no passado.  Mas eu consegui sobreviver.

Agora sou uma mulher feliz e tranqüila, depois de tudo que passei.  Mas isso aconteceu tempos depois de viver durante muitos anos, alegres e despreocupados, junto de meus pais, meu irmão mais velho, Johnny e minha irmãzinha Liza, na casa de toras de madeira, numa campina perto da floresta.

– Eu nasci em 1870 d.C., era gordinha e bonita, de cabelos e olhos castanhos, como os de mamãe. Logo depois nasceu Liza, que era loura de brilhantes olhos azuis, como os de papai.  Eu tinha um irmão 3 anos mais velho, Johnny, que era alto, magro, louro e de olhos também azuis.

Não havia vizinhos morando por perto de nós.

Pela frente da casa passava uma estrada de carroças, cujo desvio levava até nossa porta.

Nas janelas havia vidros, e atrás da cozinha, fora construída uma despensa, onde mamãe guardava nossos mantimentos.  Também tinha uma lareira, cuja chaminé feita de pedras, ficava por fora da casa.

Papai havia construído a casa, de toras de madeira, todas iguaizinhas e firmemente encaixadas, umas nas outras.  Depois cobriu as paredes, o chão e o telhado, com tábuas presas com pregos. Encheu todas as frestas que porventura sobraram, com barro vermelho, que logo secou e nenhum ventinho entrou na casa.  No sótão havia outro assoalho, que servia de teto para o andar de baixo.   No térreo havia duas divisórias de madeira.

A casa tinha três peças, a sala de estar com a cozinha e dois quartos, um dos nossos pais, e outro para nós.  As duas portas de carvalho, sólidas e fortes, nos davam a sensação de segurança.  Nossas camas eram feitas de lisas tábuas de carvalho e macios colchões de palha.  Os travesseiros eram de penas de ganso nossos lençóis eram brancos, de percal brilhante, comprados em loja.

– Naquela casa nós fomos felizes, durante muito tempo.

comprando o livro:

https://lilimachadotii.wordpress.com/onde-comprar/

 

 

 

Anúncios